quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Unilateral


Opções pra que? 
se quero somente seu corpo 
Se tudo eu vejo em seu olho 
e vejo nos outros você 

Opções pra que? 
Se afogo no copo essa magoa 
Se a noite é sempre acordada 
pensando em você 

Opções pra que? 
Se doi esconder o que sinto 
Se vivo num labirinto 
omitindo meu eu a você 

Opções pra que? 
Pra encher-me de nada 
Fingir-me feliz nessa estrada 
morrendo de amor por você 


11 comentários:

tatá disse...

que triste... :/ espero q seja reciproco oq vc sente por essa pessoa. (:

Fabi Pifer disse...

Chorei... é lindo...

Sonia Martendal disse...

Ainda que na possibilidade de ausência de reciprocidade, o poema retrata um sentimento puro, quase cruel de tão verdadeiro... (e que espero não estejas passando REALMENTE por todo esse sofrimento...hehe), mas que MERECE ser experimentado, vivido em toda sua intensidade, ainda que em circunstâncias adversas... parabéns pela linguagem, forma e brilhantismo, meu amigo!!! abração...

Sonia Martendal disse...

procurei em meu outro comentario dar o tom de seriedade que o tema e o poema pediam, massss...como não sou de ferro....hehe Se continuar escrevendo assim, ainda vais matar algumas meninas por enfarte por aí.....rsrsrs...

Dani disse...

Poema muito lindo... e sim, repleto de pureza! Opções para viver... e viver.

Leonardo Távora disse...

Nunca uma poesia refletiu tanto meu próprio EU. Obrigado, obrigado, obrigado. Eu precisava ler isso.

Menina da Lua disse...

Li muitas coisas por aí, mas nenhuma delas traduziu tão bem o que estou vivendo. Parabéns, escreves muito bem.

Claudio R. disse...

É o seu melhor escrito. O mais lindo. Quantas sensações e mares de compreensão encontrei aqui. Parabéns, amigo poeta! És poeta dos grandes! Aplausos...

Claudia Melik disse...

Lindo Poema, ja li mais de uma vez............. e cada vez ele me demonstrou algo diferente, uma nova descoberta. Um amor assim... se torna intenso... verdadeiro...Puro!! Um sentimento sem limites!

@ByLuizHenrique disse...

Ah, é sempre assim que acontece aqui do outro lado da tela, você nem sempre gosta da pessoa que gosta de você, pode ter varias pessoas gostando de você, mas você sempre gosta de quem não gosta de você... =( Um dia me falaram, "Mas querido, se as coisas fossem perfeitas não teria graça." - "Querida, se você acha assim, fica na minha situação e vê o que é bom...!" Nosso coração devia ter as opções de MSN, 'bloquear' e deletar'... seria tudo bem mais fácil... Lindo o poema Glauco, parabéns! =)

Edi Ferreira disse...

Nesse eu encontro tudo. Pura tradução.

Já tive a honra de bordá-lo.

Opcões pra que, né?